Posts Recentes
Arquivo

Você sabe o que é o Setembro Amarelo?

Provavelmente você conhece o Outubro Rosa, o Novembro Azul, mas você sabe o que é o Setembro Amarelo?

O Setembro Amarelo é um movimento que ocorre desde setembro de 2014 com o objetivo de conscientizar as pessoas a respeito da prevenção do suicídio. Setembro foi escolhido porque hoje, dia 10 de Setembro, é o Dia Mundial da Conscientização e Prevenção do Suicídio.

Movimento iniciado no Brasil pelo CVV(Centro de Valorização a vida), CFM(Conselho Federal de Medicina) e ABP(Associação Brasileira de Psiquiatria) realizaram as primeiras atividades em 2014 concentrados em Brasília.

Em 2015 o movimento conseguiu exposição nacional. O Cristo Redentor, A Ponte Jk, Congresso Nacional e outros pontos turísticos espalhados pelo país receberam iluminação amarela durante o mês de setembro.

Como posso posso ajudar o movimento?

A principal dica do CVV é: Agite a sua cidade! Ajude a iluminar prédios públicos, colocar faixas, mobilizar passeatas, passeios de bicicleta ou motocicleta, distribuição de folhetos, uso de camiseta ou fita amarela, enfim, o que sua imaginação, habilidade e acesso permitir.

Por que o suicídio precisa deixar de ser um tabu?
“Aumentar a conscientização e quebrar o tabu é uma das chaves para alguns países progredirem na luta contra esse tipo de morte” (OMS)

Para a OMS, a Organização Mundial de Saúde, o tabu em torno deste tipo de morte impede que famílias e governos abordem a questão abertamente e de forma eficaz.
É um grande mito pensar que falar sobre o suicídio irá incentivar essa prática. Falar mais a respeito da AIDS, incentivar o sexo seguro, não fez aumentar os casos de AIDS pelo país, muito pelo contrário, conscientizar a população e compartilhar informações quebrou tabus e fez a prevenção se tornar um remédio eficaz no combate a AIDS. Da mesma forma, falar sobre o suicídio não incentiva o suicídio.

A prevenção sempre será o melhor remédio inclusive em casos de suicídio. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, 90% dos casos de suicídio podem ser prevenidos desde que existam condições mínimas para oferecer ajuda voluntária e profissional.
Em alguns casos ajuda profissional será imprescindível, mas saiba que Já existe uma ampla rede de apoio voluntário por meio de telefonia, internet e atendimento presencial. Caso um dia você precise, entre em contato com o CVV (Centro de Valorização a Vida), eles atendem por telefone, chat, Skype, e-mail e pessoalmente.
Site do Centro de Valorização a Vida (CVV):
http://www.cvv.org.br/
Vidas estão em jogo
"É preciso perder o medo de se aproximar das pessoas e oferecer ajuda. A pessoa que está numa crise suicida se percebe sozinha e isolada." (CVV)
Sabia que Brasil é o 8º país com mais suicídios no mundo?
Segundo a Organização Mundial de Saúde, a OMS, o suicídio já é a segunda principal causa de morte em todo o mundo entre pessoas de 15 a 29. O Suicídio já tem causado mais mortes de jovens do que a AIDS. O Suicídio causa uma morte a cada 40 minutos.
Enfim, não preciso dizer mais nada para te convencer que esse tema é um assunto sério, certo?
Por isso é tão importante apoiarmos causas como o Setembro Amarelo, causas que salvam vidas. Sim, você pode salvar uma vida. Não duvide disso.
Informe-se a respeito do suicídio e não pare de tentar conscientizar as pessoas sobre o tema. Procure também ser um bom ouvinte e não tenha medo de não saber o que dizer, as pessoas estão sofrendo e na maioria das vezes precisam apenas de alguém que as escute. Então escute, seja um bom ouvinte, seja um bom amigo, abrace, ame e cuide.
E se você estiver precisando de ajuda nesse momento, não hesite em pedir ajuda, procure alguém de confiança, desabafe, não desista! Mesmo que a dor pareça infinita e mais nada fizer sentido, NÃO DESISTA!
Sei que não é fácil, mas viver é se superar, viver é não desistir. Viver é não sentir mais forças, mas mesmo assim persistir.
E aproveite setembro! Setembro é o mês dos sobreviventes! Setembro é o mês onde juntos combateremos a ignorância relacionada ao assunto, quebrando tabus e mostrando que conscientizar a população sobre o tema é a melhor solução.
Fonte: http://www.setembroamarelo.org.br/